Pular para o conteúdo

Tornar-se uma Instrutora em Sabedoria e Saúde Integrativa Femininas

Instrutora de Saberes e Saúde Integrativa Feminina / Instrutora de Ginesofia

(Instrutora de Saberes Femininos e Saúde Natural e Integral da Mulher) / Instrutora e Terapeuta em Ginesofia

O movimento cultural-espiritual chamado ‘Sagrado Feminino’ ou “Divino Feminino’ mais usado fora do Brasil ou Movimento da Deusa (também como Despertar Feminino ou Essencial Feminino e afins) chamou a atenção e despertou o interesse de muitas mulheres desde o início, crescendo e integrando sempre mais e mais mulheres.

Este Movimento dos Saberes e Práticas Ancestrais, Tradicionais e também mais contemporâneas, mas com abordagem mais naturalista, tem aumentando não só o interesse em conhecer e praticar, mas também o interesse em trabalhar, como uma profissionalização para as mulheres.

Os Saberes e Práticas, quando bem aprofundados, ao mesmo tempo de uma forma especializada, porém generalista dentro das abordagens naturalistas e espiritualistas iniciáticas, chamamos de Sabedoria Iniciática Feminina, que se pensarmos ‘tradicionalmente’ como um área de Saber  – como outras dentro e fora dos campos da ciência – poderemos usar a nomenclatura (comum tradicional) greco e ou greco latina: Ginesofia ou Thilysofia / Ginecosofia e Thilycosofia. Gine (ou Gineko) é mulher, feminino, femea, Thily (ou Thiliko) tbem mas mais relacionado a questão do feminino, de forma mais ampla.  Sofia é sabedoria, que inclui o ‘logia’; um estudo de algo.

Assim nossa escola forma Instrutoras em Ginesofia – Sabedoria Feminina Profunda, que compreende:

Saberes ou Sabedoria Feminina Iniciática ou Profunda e Práticas de Saúde Integral ou Bio-psiquicas Femininas

  • A Theasofia (abordagem ancestral) – a Sabedoria da Deusa – no lado mais espiritual – Os Saberes relacionados ao aspecto mais espiritual do feminino como um todo e no sentido arquetipal, para as mulheres, mas que posteriormente se amplia pois aplica-se ao mundo;
  • Ginelogia Integrativa: abordagens bio-psíquico da mulher com práticas (Gineygéia – Saúde Integral da Mulher – abordagem ancestral) que associa-se a:

– Naturosofia Feminina: Saberes relacionados Ginecologia Natural e/ou Ginelogia Natural e Integrativa (Abordagem Ginenaturalista) ou Naturoterapia Integrativa Feminina a Saberes mais profundos da Natureza + Psicosofia Feminina – Saberes Avançados da Psicologia Feminina (Psique=alma) .

Assim, uma Instrutora em Saberes Especiais Femininos e Saúde Integrativa da Mulher / Instrutora em Ginesofia / Tem um caminho tão longo profissional como uma área da ciência e mais ainda, pois abarca uma maior amplitude de saberes que um graduação pode oferecer. Ou seja, mesmo realizando um curso de boa qualidade ainda deverá estar receptiva e empenhada em estudo, pesquisa e práticas contínuas.

A Instrutora em Saberes ou Sabedoria Feminina se capacita e/ou qualifica para conhecer, compreender, oferecer e fomentar práticas de bem-estar, melhoria da qualidade de vida integral; bio-psíquica e espiritual as mulheres, através de práticas e avançadas integrativas especificas para as mulheres, dentre elas, a grande maioria – no ambito generalista – já reconhecidas pela Organização Mundial da Saúde – OMS e também já aprovadas e aplicadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil.

O Programa Completo da Formação em Instrutora em Ginesofia: Sabedoria Feminina (Saberes Especiais Femininos e Saúde Integrativa da Mulher) foi criada integrando e objetivando:

  • Saberes e Práticas integrativas terapêuticas naturais focadas no corpo e saúde bio-psíquico da Mulher
  • Saberes e Práticas para integrar a mulher a sua essência (seu poder-sabedoria inato, porém desconectado), possibilitando maior e verdadeiro ’empoderamento’ na vida pessoal e profissional
  • Reconectar a Mulher ao verdadeiro Feminino no mundo da Natureza elementar a Natureza Cósmica com as Potências Femininas, como todo o feminino no mundo manifestado e
  • Reconexão consciente entre as mulheres através da Sororidade como ‘Círculo’/ ‘Irmandade Feminina’ e como ação integrativa de União, Comunhão, Respeito e Ação Conjunta entre Todas as Mulheres